Presidente de comissão quer votar reforma tributária até 10 de dezembro

 


BRASÍLIA (Reuters) - O presidente da comissão mista do Congresso sobre a reforma tributária, senador Roberto Rocha (PSDB-MA), tem a intenção de votar a proposta no colegiado até o dia 10 de dezembro, confirmou assessoria do parlamentar nesta terça-feira.


Formada por senadores e deputados, a comissão foi criada para produzir um texto de consenso entre Câmara e Senado, de forma a acelerar sua discussão quando ela tiver de tramitar separadamente pelas duas Casas.


O governo pretendia encaminhar à comissão sugestões adicionais à proposta e chegou a aventar a criação de um novo imposto nos moldes da extinta CPMF, mas, sem consenso com parlamentares aliados, desistiu da iniciativa.


O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem defendido a aprovação da proposta e ainda que defenda que seja dada prioridade para a regulamentação do teto de gastos, ainda não descarta uma votação da reforma tributária neste ano no plenário da Câmara.