Presidente da Fifa se reúne com Trump para discutir a Copa do Mundo de 2026

 


ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, se encontrou com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para discutir os preparativos para a Copa do Mundo de 2026, que o país sediará junto com México e Canadá, informou a entidade que controla o futebol mundial nesta quinta-feira.

Infantino viajou a Washington para discutir o estabelecimento de uma sede da Fifa para o torneio nos EUA e revisar os preparativos, de acordo com comunicado da Fifa.

“O presidente Infantino agradeceu ao presidente Trump por seu grande compromisso com o sucesso da Copa do Mundo de 2026 e seu engajamento em um futuro brilhante para o futebol nos Estados Unidos”, disse o comunicado.

Infantino também fez uma visita de cortesia ao secretário de Justiça dos EUA, William Barr, na qual aproveitou a oportunidade para “agradecer pessoalmente às autoridades dos Estados Unidos...pelo trabalho na luta contra a corrupção no futebol”.Várias dezenas de dirigentes do futebol, principalmente da América Latina e do Caribe, foram indiciados nos Estados Unidos em 2015 por acusações de corrupção, levando ao maior escândalo da história da Fifa. Vários deles foram presos.

“Desde que fui eleito, mostramos nossa determinação em erradicar as irregularidades que mancharam a reputação da Fifa no passado”, afirmou Infantino, eleito em 2016.

Por Brian Homewood