Plantio de mudas nativas em todo o Estado marca o Dia da Árvore

 O Dia da Árvore, nesta segunda-feira (21), foi comemorado com a distribuição e o plantio de mudas nativas em diversas regiões do Paraná. A ação faz parte do Programa Paraná Mais Verde, desenvolvido por meio da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, e tem como meta plantar 10 milhões de mudas até o final de 2022.




Foram distribuídas mudas para a população em sistema drive-thru e plantadas árvores em áreas de recuperação ambiental. A ação prevê o plantio de 550 mil mudas ao longo do mês, que representa cerca de 500 hectares, área equivalente a 500 campos de futebol.

“Foi uma ação engajada e com forte alcance estadual. Isso mostra que diante dos problemas ambientais que estamos passando, o Paraná está preocupado em ampliar suas áreas verdes”, ressalta o secretário do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, Márcio Nunes.

Cada Escritório Regional do Instituto Água e Terra (IAT), órgão vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo, planejou atividades para o plantio e distribuição de mudas, respeitando a recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS), diante da pandemia do coronavírus.

“As mudas distribuídas são de espécies predominantes em cada região, para que seja respeitada a caracterização da vegetação local”, explica o diretor de Patrimônio Natural do IAT, Rafael Andreguetto.

REGIÕES – A ação aconteceu nas regionais do IAT de Curitiba, Campo Mourão, Cascavel, Guarapuava, Irati, Jacarezinho, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo, União da Vitória, Cianorte, Cornélio Procópio, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Ivaiporã, Londrina, Pitanga e Umuarama. Prefeituras e outros órgãos municipais também participaram em conjunto na maioria das regiões.

LEVANTAMENTO – Nesse Dia da Árvore foram distribuídas cerca de 370 mil mudas entre a população e órgãos parceiros de cada região, com árvores plantadas em áreas de recuperação ambiental pelo Estado. As mudas são oriundas dos 19 viveiros florestais do IAT, que possuem capacidade de produzir cerca de 1 milhão de mudas ao ano. “Ao longo do mês estão previstos mais plantios, o que totalizará 550 mil mudas”, destaca Andreguetto.

Além da distribuição das mudas, foi entregue um folder sobre a importância das árvores e com orientações de como plantar. Algumas regionais promoveram também atividades educativas complementares.

IMPORTÂNCIA – Além de proporcionar sombra em dias quentes, as árvores têm um papel importante na qualidade do ar. Elas absorvem o gás carbônico, liberam oxigênio, melhoram a umidade do ar, absorvem ruídos e odores, e são moradia para muitos animais silvestres.

No Escritório Regional de Curitiba houve dois pontos de distribuição de mudas: um no viveiro do Guatupê, no município de São José dos Pinhais, e outro na frente do escritório, no bairro Rebouças. “A adesão popular foi ótima. Tivemos a oportunidade também de divulgar os nossos viveiros, que têm grande relevância para a recuperação ambiental”, disse o chefe regional, Luiz Fornazzari.

No município de Irati, cerca de 700 mudas foram distribuídas para a população durante o dia. “A gente sabe o momento em que estamos vivendo, das queimadas que estão acontecendo, então as árvores do planeta agradecem muito por essa iniciativa”, disse Jaqueline Lopes, moradora da região que foi buscar sua muda.

Para Jéssica Gradin, residente de Toledo, o simples ato de plantar uma árvore é um incentivo à preservação da vida. “Eu achei uma iniciativa muito criativa e necessária, principalmente nesse contexto de crise ambiental em que estamos vivendo no Brasil”. Jéssica pegou cinco mudas para plantar com a família.

“As pessoas geralmente não querem só uma, querem duas, três mudas. Nós estamos tendo um retorno muito bom da população”, afirma Antonio Teixeira, coordenador da iniciativa no Escritório Regional do IAT de Campo Mourão.

Confira a quantidade de mudas previstas para cada região:

Curitiba: 54.523 mudas(66,29 hectares)                      

Campo Mourão: 17.225 mudas (6,83 ha)

Cascavel: 60.460 mudas (32,45 ha)

Cianorte: 8.490 mudas (14,77 ha)

Cornélio Procópio: 42.000 mudas (28,00 ha)

Foz do Iguaçu: 32.230 mudas (27,79 ha);   

Guarapuava: 38.500 mudas (35,00 ha);  

Francisco Beltrão: 36.307 mudas (20,40 ha);  

Irati: 4.053 mudas (12,33 ha)

Ivaiporã: 18.635 mudas (29,00 ha)

Jacarezinho: 8.200 mudas (7,70 ha)

Londrina: 12.000 mudas (8,00 ha)

Maringá: 8.300 mudas (5,53 ha)

Paranaguá: 7.000 mudas (4,67 ha)

Paranavaí: 56.850 mudas (131,80 ha)

Pato Branco: 6.885 mudas (4,59 ha)

Pitanga: 21.620 mudas (20,25 ha)

Ponta Grossa: 35.500mudas (23,67 ha)

Toledo: 44.950 mudas (15,57 ha)

Umuarama: 21.087mudas (12,00ha)

União da Vitória: 10.328mudas (9,10 ha)