Brasil registra mais 496 óbitos por Covid-19 e total vai a 11.123

O Brasil registrou neste domingo mais 496 mortes em decorrência do coronavírus, o que eleva o total para 11.123, enquanto o número de casos da doença no país aumentou em 6.760, para 162.699, segundo dados do Ministério da Saúde, no dia em que o chefe da pasta apresentou sua solidariedade pelas perdas de vida no país devido à pandemia.

A taxa de letalidade da Covid-19 no país segue em 6,8% dos casos.

A divulgação diária dos números pelo Ministério da Saúde não indica que as infecções e óbitos tenham necessariamente ocorrido nas últimas 24 horas, mas sim que os registros foram inseridos no sistema no período.

No Twitter, o ministro Nelson Teich expressou solidariedade, ao mesmo tempo em que, nas palavras dele, procurou passar uma mensagem de esperança neste momento difícil e assumiu um compromisso de fazer o melhor “para que vençamos rápido essa terrível guerra”. No sábado, o Brasil ultrapassou a marca de 10 mil mortos pelo coronavírus.

“Hoje, dia 10 de maio, amanhecemos com uma enorme dualidade de sentimentos, que por um lado nos traz a alegria de um dia tão especial como o dia das mães e por outro a tristeza e sofrimento de ter atingido a terrível marca de mais de 10 mil mortes por Covid-19 no Brasil”, disse Teich em sua conta na rede social.

“Eu queria deixar aqui uma mensagem de esperança à todas as mães. Aquelas mães e aqueles filhos que estão na linha de frente dessa batalha, trabalhando nos hospitais, farmácias, supermercados, na segurança, nos transportes e em tantos outros serviços essenciais”, continuou o ministro.

“E quero falar principalmente pra aquelas mães que hoje choram a perda de seus filhos e para os filhos que hoje não podem comemorar o dia com suas mães. Para esses, deixo aqui meus sentimentos e meu compromisso de fazer o meu melhor para que vençamos rápido essa terrível guerra.”

São Paulo é Estado mais afetado pela doença no Brasil, com 45.444 casos e 3.709 mortes. Na sequência da contagem por Estados vem o Rio de Janeiro, com 17.062 casos e 1.714 mortes, e o Ceará, com 16.692 infecções e 1.114 óbitos.

Por Alexandre Caverni (Reuters)