Governo inicia processo para duplicação da Rodovia das Cataratas

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta sexta-feira (28), durante a inauguração de obras do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, que o Governo Federal concordou em delegar ao Estado a BR-469,  conhecida como Rodovia das Cataratas. A medida permite que a estrada seja duplicada, o que vai eliminar um gargalo logístico da cidade e melhorar o acesso ao Aeroporto Internacional e também aos principais pontos turísticos de Foz.

 Foto: Geraldo Bubniak/AEN

O projeto executivo já está pronto e a ordem de serviço deverá ser assinada em setembro. O investimento previsto é de R$ 135 milhões, com o custo sendo dividido entre o Governo Estadual (30%) e Itaipu Binacional (70%).

“Essa é uma obra que estávamos trabalhando com o Governo Federal há muito tempo. Fizemos o pedido para a União de repasse ao Estado para que a duplicação pudesse ser feita. O ministro Tarcísio Gomes de Freitas, da Infraestrutura, concordou em fez o anúncio aqui em Foz", disse Ratinho Junior. O governador ressaltou que a intervenção na rodovia mudará a realidade da cidade, com impacto diretamente na vida da população. “Vai melhorar para o turista, mas também para quem passa por ali todos os dias. Isso faz com que Foz, nosso carro-chefe do turismo, possa crescer e se desenvolver”, disse ele.

REIVINDICAÇÃO ANTIGA - A duplicação do trecho de 8,5 quilômetros entre o trevo da Argentina até o portão do Parque Nacional do Iguaçu é uma reivindicação antiga dos moradores locais. Todos os entendimentos ambientais já estão sendo discutidos para não ocorrer atraso no cronograma. A expectativa é que até maio seja liberada a Licença de Instalação do Ibama para a obra, com o lançamento da licitação entre julho e agosto.

A ordem de serviço deve ser assinada em setembro, com início imediato das obras e conclusão prevista março de 2022. A secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística ficará responsável pela gestão da obra. “O governador quer essa obra. Ele entende que o novo aeroporto vai aumentar a demanda de turistas, tornando a melhoria da rodovia essencial”, afirmou o secretário Sandro Alex. “Mais um fruto da excelente relação com a Itaipu, que será nossa parceira na obra", acrescentou.

IMPORTÂNCIA – A BR-469 é a única via de acesso às Cataratas do Iguaçu e ao Aeroporto Internacional e também o mais importante corredor turístico da cidade. Lá estão concentrados alguns dos principais hotéis e atrativos. A falta de duplicação provoca congestionamentos constantes e prejuízos ao turismo. Em época de férias e feriados prolongados, as filas no local são quilométricas.

Para o diretor-geral brasileiro da Itaipu, Joaquim Silva e Luna, a duplicação da BR-469 é extremamente necessária e complementa às demais obras de grande porte que estão sendo feitas em Foz do Iguaçu e região, como a modernização do aeroporto.

“É um compromisso de Itaipu investir no Paraná e principalmente na Região Oeste, deixando um legado para a população”, ressaltou. “Nada de promessas no papel, as propostas têm que ser validadas na prática”, completou.

PARCERIA – No caso da duplicação da BR-469, o projeto já existe e foi doado pela Itaipu. A revisão da proposta foi feita pelo Fundo Iguaçu, que recebe a taxa espontânea de visitação dos turistas que passeiam na Itaipu, no Parque Nacional e no Marcos das Três Fronteiras. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) delegou a obra ao Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR).

Com Informações da AEN