Navigation Menu

Plantio de mais de 400 mil árvores é um marco do Paraná, diz governador

Plantio de mais de 400 mil árvores é um marco do Paraná. Foto:Jaelson Lucas / AEN



O governador Carlos Massa Ratinho Junior destacou nesta terça-feira (24), durante a reunião do secretariado, que o plantio de mais de 400 mil árvores, por meio do programa Paraná Mais Verde, representa um marco de respeito ao meio ambiente e da integração das diversas secretarias do Estado. O programa pode chegar a 700 mil novas árvores neste ano com a participação, no plantio, de órgãos estaduais, municipais e da comunidade, e até 1 milhão de novas mudas em 2020.

O programa foi iniciado nesta segunda-feira (23), início da primavera. Ratinho Junior destacou que foram plantadas mudas em 2.100 escolas estaduais e 400 escolas especiais nos 399 municípios e que a soma das árvores representa 400 hectares. Mais de três mil pessoas participaram do evento, com uso de 470 carros, quatro caminhões e um barco.

“O Paraná ganha uma nova e imensa floresta a partir de agora, com o plantio de mais de 400 mil mudas”, afirmou o governador. "Buscamos aliar desenvolvimento econômico, social e ecológico. E fizemos isso justamente no dia da cúpula do clima da Organização das Nações Unidas, que pautou a discussão em nível global sobre esse tema”.

O secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes, ressaltou o grande trabalho logístico que permitiu que as mudas chegassem a todas as cidades do Paraná. A distribuição envolveu Defesa Civil, o Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Secretaria de Estado da Educação e Esporte, Sanepar, Copel, Corpo de Bombeiros e prefeituras.

“É o começo de um grande trabalho, um marco histórico. Conseguimos distribuir as mudas das árvores nativas reproduzidas nos viveiros e entregar esses pequenos diamantes para as crianças do Paraná. A expectativa é de que a partir de hoje haja um incentivo, junto com as famílias, de plantio nas casas, nos parques, onde for possível”, afirmou o secretário. “Vemos muita gente se manifestando em relação às mudanças climáticas e poucos fazendo. O Paraná dá o exemplo de como se faz”.

As mudas são provenientes dos 19 viveiros mantidos pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), que produz cerca de 100 espécies nativas do Estado, inclusive as ameaçadas de extinção como Imbuia, Araucária e Peroba Rosa. Os viveiros ficam nos municípios de São José dos Pinhais, Morretes, Fernandes Pinheiro, Paulo Frontin, Guarapuava, Pato Branco, Salgado Filho, Toledo, Cascavel, Pitanga, Imbaú, Ivaiporã, Umuarama, Campo Mourão, Mandaguari, Ibiporã, Cornélio Procópio, Jacarezinho e Paranavaí.

O aumento da capacidade dos viveiros nos próximos anos, segundo Márcio Nunes, vai possibilitar que o programa Paraná Mais Verde seja ampliado para alcançar, já em 2020, 1 milhão de árvores distribuídas e, em poucos anos, até 10 milhões de mudas por ano.


*Com Informações da AEN