Navigation Menu

Apucarana recebe curso da Escola de Saúde do Paraná

Apucarana sedia a terceira etapa de regionalização de cursos de especialização da Escola de Saúde Pública. O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, esteve na abertura das atividades da primeira turma e reafirmou os desafios em planejar a saúde de forma regionalizada, oportunizando o aprimoramento do conhecimento. Foto: Américo Antonio/SESA

Pela primeira vez em vinte anos, o município de Apucarana recebe um curso da Escola de Saúde do Paraná. A aula inaugural foi nesta quarta-feira (10), com a presenças do secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, e a participação de 46 alunos do curso de especialização em Saúde Pública.


São profissionais de diferentes segmentos da área da saúde que numa carga de 380 horas/aula, pretendem alinhar variadas experiências pedagógicas, pensando em alternativas e desafios para o sistema de saúde.

Na abertura, o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, reafirmou os desafios em planejar a saúde de forma regionalizada, oportunizando o aprimoramento do conhecimento.

“Isso mostra a meta do governo Ratinho Junior em regionalizar a saúde no Paraná. Trouxemos para Apucarana, por meio da Regional, este curso. Aqui teremos profissionais de vários municípios, ampliando o conhecimento e pensando em saúde”, disse o secretário. “Estamos num outro momento, viramos a chave da história, porque queremos ações que privilegiem todo o Estado, levando saúde para perto das pessoas. Esta é a missão dada pelo governo”, enfatizou.

POR INTEIRO - Mais de 30 municípios enviaram profissionais para o curso em Apucarana, sem qualquer custo para os servidores. Dois outros cursos já foram realizados, o primeiro em Curitiba e o segundo em Londrina. Segundo Beto Preto, já há previsão de novas turmas para os municípios Região Metropolitana de Curitiba, Guarapuava, Irati e Ponta Grossa. "Estamos atendendo o Paraná por inteiro", destacou.

Na opinião do chefe 16ª Regional de Saúde, Altimar José Carletto, o curso é uma grande oportunidade oferecida pelo Estado. Carletto também é aluno da especialização e disse que está contente em poder ao mesmo tempo gerenciar as atividades para realização curso e ampliar o conhecimento. "Trata-se de uma grande oportunidade e uma demonstração efetiva de respeito pelos profissionais da saúde. É motivo de muito orgulho podermos promover esta especialização aqui".

ENGAJAMENTO – O grande número de profissionais inscritos na pós-graduação e o interesse dos alunos surpreendeu a coordenadora do curso e integrante da Escola de Saúde do Paraná, Cláudia Rhinow Humphreys Esquinazi. "Não imaginava que seria tão grandioso. Trabalho há 30 anos na área de especialização e nunca vi um acolhimento e uma recepção tão calorosos”, disse ela.

De acordo com a representante da Escola Nacional de Saúde Pública, da Fundação Oswaldo Cruz, Rosa Maria Pinheiro Souza, o Paraná é um dos principais estados no que se refere à valorização efetiva da produção e troca de conhecimento em saúde. "Quando venho ao Paraná e vejo essa vontade de as coisas acontecerem, logo penso que é aqui que temos que fazer muito mais. Dessas formações nascem projetos importantes para a transformação da realidade da saúde pública".

PRESENÇAS - Estiveram presentes na aula inaugural o prefeito de Apucarana, Junior da Femac, os prefeitos de Arapongas, Sérgio Onofre, e de Jandaia do Sul, Benedito Púpio; diretores da Unespar, Daniel Gomes; da Facnopar, Danilo Freire, e da FAP, Lisandro Rogério Modesto.