Navigation Menu

Enviado da oposição venezuelana pede ajuda internacional





WASHINGTON (Reuters) - O enviado da oposição venezuelana aos Estados Unidos acusou nesta quinta-feira o governo do presidente Nicolás Maduro de impedir ajuda humanitária ao país e pediu à comunidade internacional que abra “milhares de janelas” para permitir assistência.

Carlos Vecchio, representante do líder da oposição, Juan Guaidó, nos EUA falou em uma conferência de ajuda internacional realizada na sede da Organização dos Estados Americanos, em Washington, à medida que persiste o impasse sobre o fornecimento de ajuda para o país sul-americano atingido pela crise.

Guaidó invocou cláusulas constitucionais no mês passado para se declarar presidente interino do país, argumentando que a reeleição de Maduro no ano passado era uma farsa.

Por Luc Cohen e Matt Spetalnick