MANCHETES

audima

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Toffoli libera Lula para encontrar familiares após morte do irmão, Vavá

Decisão vem depois de juíza negar pedido da defesa alegando problemas logísticos


EL PAÍS
O presidente do Supremo Tribunal Federal, Antonio Dias Toffoli, aceitou o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva  e autorizou o petista a encontrar os familiares após a morte de seu irmão Genival Inácio da Silva, de 79 anos. No momento em que a decisão foi liberada, acontecia o enterro em São Bernardo do Campo, na região metropolitana de São Paulo, com transmissão ao vivo pelo Facebook. Vavá, como era conhecido Genival, morreu de câncer de pulmão.

Pela decisão, Toffoli permite que Lula deixe a carceragem da Polícia Federal em Curitiba para encontrar "exclusivamente com familiares", na data desta quarta-feira, em uma unidade militar da região de São Bernardo. O presidente do Supremo aceitou o pedido anteriormente negado pela juíza Carolina Lebbos, que seguiu os argumentos da PF e do Ministério Público, que afirmavam que não havia tempo hábil para a logística de transporte do ex-presidente. A defesa também havia entrado com pedido de habeas corpus no TRF-4 e o desembargador Leandro Paulsen havia mantido a decisão na madrugada desta quarta-feira, 30.