Navigation Menu

Time econômico não bateu martelo sobre idade mínima, fórmula 57-62 exigiria implantação imediata, diz fonte

BRASÍLIA (Reuters) - A equipe econômica do presidente Jair Bolsonaro ainda não bateu o martelo acerca da idade mínima que será proposta na reforma da Previdência e segue considerando vários cenários, incluindo a fixação de 65 anos tanto para homens quanto para mulheres, afirmou uma fonte do Ministério da Economia à Reuters nesta quarta-feira.

Segundo a fonte, que falou em condição de anonimato, a eventual adoção da idade mínima já aventada por Bolsonaro de 57 anos para mulheres e de 62 anos para homens exigiria implantação imediata, sem período de transição, para garantir o efeito fiscal desejado.