‘Luciano Ducci se dispõe a ser vice’, diz presidente do PSB - Jornal de Ibaiti

‘Luciano Ducci se dispõe a ser vice’, diz presidente do PSB

Deputado foi prefeito de Curitiba. Sigla tende a apoiar Ciro Gomes



O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, disse nesta 3ª feira (31.jul.2018) que o deputado federal pelo Paraná e ex-prefeito de Curitiba Luciano Ducci (PSB) “se dispõe” a ocupar a vice-presidência do candidato ao Planalto a ser apoiado pela sigla. A tendência é a sigla apoiar Ciro Gomes, do PDT.

“O Beto [Albuquerque] não está disputando isso. O Ducci se dispõe se for o caso de apoiarmos 1 dos candidatos”, disse. Siqueira falou após reunião de siglas da esquerda, na sede do PSB, em Brasília. Entre os presidentes partidários estavam Gleisi Hoffmann (PT), Carlos Lupi (PDT) e Luciana Santos (PC do B).

O partido socialista se divide entre apoiar Ciro Gomes (PDT), o candidato do PT ou adotar neutralidade. A decisão será tomada na convenção nacional dia 5 de agosto, em Brasília.

A indefinição deve durar até o dia da convenção. Ao Poder360, Ducci disse que “não confirma nem nega a intenção de ser vice” e que cabe ao partido decidir no dia 5 de agosto.

O ex-prefeito de Belo Horizonte Marcio Lacerda (PSB) anunciou nesta 3ª (31.jul) que vai manter a pré-candidatura ao governo de Minas Gerais e não será candidato a vice. Depois da definição de Lacerda, o PDT busca nomes do PSB no Sul.

O ex-deputado Beto Albuquerque (PSB-RS) e o ex-prefeito Luciano Ducci são vistos como alternativas. Siqueira criticou o fato de Albuquerque ter sido vice de Marina Silva em 2014 e por isso ficar 4 anos sem mandato e declarou que a candidatura dele ao Senado pelo Rio Grande do Sul já está definida.

Sobre o nome de Ducci, o presidente do PDT, Carlos Lupi, disse que “se for alguém que o PSB quiser é um ótimo nome”.

Lupi também afirmou que seu partido vai pleitear em São Paulo uma vaga de vice ou de senador na chapa de Márcio França (PSB-SP) ao governo paulista.

O pedetista aceitou com naturalidade a recusa do mineiro em compor a vice-presidência. “Um homem público exemplar, foi um excelente prefeito. O PDT apoia Marcio Lacerda como candidato a governador de Minas Gerais”.

ALIANÇAS ESTADUAIS DO PT
O PT negocia com o PSB em Pernambuco retirar a pré-candidatura de Marília Arraes (PT) ao governo do Estado. Em troca o PSB apoiaria nacionalmente o PT.

No entanto, Marília segue negociando alianças para sua pré-candidatura e marcou para a 5ª feira (02.ago) o lançamento. Sobre se o PT vai ou não ter candidato em Pernambuco, Gleisi Hoffmann afirmou que isso ainda está sendo discutido.

No Ceará, onde o PT abriu mão da candidatura à reeleição do senador José Pimentel, Gleisi disse que o diretório nacional vai entrar com recurso contra a decisão do diretório cearense.

Ela criticou a proximidade do governador Camilo Santana (PT-CE) com o presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE). “Ele [Camilo] que tem que responder sobre isso , estou falando da decisão do PT, que eu represento.Nós não apoiamos o Eunício, temos uma posição contrária a ele. O governador sabia, eu já tinha me manifestado a respeito.”

Luciana Santos, presidente do PC do B, afirmou que a união dos partidos de esquerda vai levar tempo para ser consolidada e disse que sua legenda mantém o lançamento da candidatura de Manuela Dávila na 4ª feira (01.ago).

“Vai ser pior do que a Copa do Mundo, talvez a gente vá resolver nos pênaltis, não vai ser nem no 2 tempo, nem na prorrogação”, disse.

Autor
LAURIBERTO BRASIL 

Compartilhe:

 
Copyright Editora MR 2007 © Jornal de Ibaiti. Designed by OddThemes