Navigation Menu

featured Slider

BRASIL

PUBLICIDADE

SEU JORNAL

STF recua de censura a revista e libera entrevista de Lula a EL PAÍS e outros veículos


Armaram uma emboscada para o papa Francisco?


Um gol a favor da demarcação de terras indígenas


STF cruza linha perigosa e atrai mais pressão contra si

“Atitude do STF com ‘Crusoé’ pode ser vista como intimidação às empresas de comunicação”

Calculadora da Previdência: quantos anos você terá que trabalhar?

Incêndio devasta Notre-Dame, mas bombeiros conseguem salvar estrutura da catedral

“Um ‘cidadão de bem’ armado me deixou paraplégica e matou meu namorado por ciúmes”

Falemos (bem) da ansiedade





O sobrepeso da Internet pode estar atrapalhando sua navegação

Museu de História Natural de NY rejeita sediar homenagem a Bolsonaro

Cem dias sob o domínio dos perversos



O EL PAÍS quer saber a sua opinião: ‘E você, o que pensa?’




Campanha virtual faz chamada ao pensamento crítico dos brasileiros sobre cinco valores que norteiam o jornal desde a sua fundação e abre canal direto com os leitores



O EL PAÍS lança uma campanha que coloca o leitor num papel central, interpelando-o com uma pergunta simples: E você, o que pensa? Num mundo em que as redes sociais multiplicaram teses e opiniões formatadas, muitas vezes incentivando a divisão da sociedade, o convite à reflexão se faz necessário para estimular um debate e um diálogo mais maduro. “Em um mundo cheio de ruído e gritaria, o EL PAÍS faz a pergunta a seus leitores”, diz a diretora do jornal na Espanha, Soledad Gallego-Diaz. “Queremos lembrá-los que o jornal está atento ao que o seu leitor pensa, ao que acontece, e também que não aceitamos que exista uma única solução para todos os nossos problemas e angústias como cidadãos”, completa Gallego-Díaz.

A campanha –desenvolvida pelo Departamento de Marca da Prisa Notícias junto com a agência de publicidade Shackelton– trabalha sobre os valores que acompanham o jornal desde a sua fundação em 1976 e gira em torno de cinco grandes áreas: a vocação global do EL PAÍS, o feminismo, a educação como plataforma do progresso social, a ecologia como base de sobrevivência do planeta, e o diálogo, mais necessário do que nunca no atual clima de polarização e dissenso.

Conectar-nos com os cidadãos. Com aqueles que leem o EL PAÍS, mas também com aqueles que não o escolhem. Com os que partilham da sua linha editorial e com aqueles que não, é o principal objetivo da campanha E você, o que pensa?, a primeira dos últimos dez anos na Espanha, e a primeira que o jornal realiza no Brasil desde a sua fundação no país, em novembro de 2013. “É um chamamento ao pensamento crítico dos cidadãos”, explica Gallego-Díaz, porque “pensando juntos podemos fazer frente a quase tudo”.

A campanha, que já teve início na Espanha, começa nesta sexta no portal do EL PAÍS Brasil. A edição brasileira nasceu um ano depois da edição América, cuja sede fica no México, e tem como foco principal a cobertura do continente. A chegada na América Latina fez parte da expansão do jornal para fora da Europa.

Depois de alcançar o público latino-americano que fala espanhol, a edição em português foi o passo natural para completar a presença no continente. “A América Latina é um continente diverso. Mas há valores que unem os leitores do EL PAÍS: as liberdades e os direitos das pessoas, o progresso social, a igualdade”, diz Javier Moreno, diretor do EL PAÍS edição América, que inclui as redações do México e do Brasil. “Queremos lembrar o leitor que o projeto do jornal é também o seu projeto; que seus anseios são os nossos”, completa.

A campanha E você, o que pensa? será acompanhada por um especial digital que percorre as reportagens e eventos relevantes do jornal dedicadas às cinco áreas-chaves desde a sua origem. Da cobertura sobre a imigração venezuelana no Brasil, ao despertar feminista com as manifestações que se multiplicaram desde 2013, até a iniciativa memorável da educação pública que devolveu a auto-estima às crianças da cidade de Oeiras, no Piauí. “Há um Brasil que está pensando além dos limites impostos por uma sociedade cujos valores essenciais ainda estão em construção. Brasileiros que tornam o país grande com ideias construtivas e generosas. Queremos ser sua voz e seus ouvidos”, diz Carla Jiménez, diretora do EL PAÍS no Brasil. E você, o que pensa? Partilhe conosco seus ideais: evoceoquepensa@elpais.com.br .

Filme que Moro citou como inspiração para seu projeto anticrime não existe



Público do Lollapalooza faz coro contra Bolsonaro



Arábia Saudita prende pelo menos nove intelectuais, escritores e blogueiros


Em Roma, personalidades italianas pedem liberdade para ex-presidente Lula


Quando a liberdade de expressão da extrema direita esbarra na lei