Hamilton vence na Hungria e amplia liderança na F1 - Jornal de Ibaiti

Hamilton vence na Hungria e amplia liderança na F1






BUDAPESTE - O campeão mundial de Fórmula 1 Lewis Hamilton venceu neste domingo o Grande Prémio da Hungria desde a pole position para a Mercedes para ir para a folga de agosto com 24 pontos de vantagem sobre o rival da Ferrari, Sebastian Vettel.

Vettel foi vice-campeão, 17,1 segundos atrás, e sobreviveu a uma colisão com o companheiro de equipe de Hamilton, Valtteri Bottas, que também bateu na carroçaria com o australiano Daniel Ricciardo, da Red Bull.

A Ferrari, que está de luto pela morte do ex-presidente Sergio Marchionne, fez Kimi Raikkonen terminar em terceiro para completar um pódio de campeões em uma tarde seca e sufocante no Hungaroring, nos arredores de Budapeste.

A vitória foi o sexto recorde de Hamilton na Hungria, o quinto da temporada e o 67º da sua carreira.

Em uma corrida efetivamente decidida pela qualificação molhada de sábado, quando a Mercedes bloqueou a primeira linha do grid, contra as expectativas, Hamilton nunca foi desafiado.

“Viemos aqui sabendo que a Ferrari seria muito veloz neste final de semana, então, para sair com esses pontos, vamos definitivamente aceitá-los como um bônus”, disse Hamilton em entrevista após abraçar os membros da equipe.

“Estou muito feliz com a força que tivemos nas últimas duas corridas. Temos que ser fortes na próxima metade”, acrescentou o piloto de 33 anos, que venceu na Alemanha depois de largar em 14º lugar do grid no fim de semana anterior.

Depois de 12 corridas, Hamilton tem 213 pontos ante 189 de Vettel.

As estratégias de pneus também foram cruciais em um circuito relativamente lento e sinuoso, onde a ultrapassagem é sempre difícil, com temperaturas da pista girando em torno de 50 graus Celsius.

Largando em quarto lugar no grid, Vettel agarrou o terceiro de Raikkonen imediatamente, mas não conseguiu passar por Bottas, que entrou atrás de Hamilton como defesa contra a ameaça vermelha.

“A segunda colocação não é realmente o que queríamos neste fim de semana, mas acho que foi o máximo hoje”, disse Vettel.

Raikkonen, sem água durante a corrida depois que a Ferrari esqueceu de conectar a garrafa, fez duas paradas e levou o terceiro - seu quinto pódio consecutivo -, o melhor que ele poderia ter esperado nas circunstâncias.

“Acho que tivemos boa velocidade hoje. Mas o que você pode fazer? Às vezes é assim, mas você pega os pontos e segue para o próximo.”

Ricciardo, que largou em 12º, terminou em quarto, mas seu companheiro de equipe holandês, Max Verstappen, se retirou no início com uma falha de motor Renault que enfureceu tanto o piloto quanto o chefe da equipe, Christian Horner.

“Nós pagamos vários milhões de libras por esses motores e por produtos de primeira classe, ou de última geração, e você pode ver claramente que está abaixo disso”, disse Horner.

Bottas terminou em quinto e foi chamado para ver os comissários sobre as colisões, com o piloto francês Pierre Gasly em sexto para a Toro Rosso.

Compartilhe:

 
Copyright Editora MR 2007 © Jornal de Ibaiti. Designed by OddThemes